sexta-feira, 1 de julho de 2011

Email enviado por Maria Teresa Nidelcoff à Professora Rosa Lucas

          Email enviado por Maria Teresa Nidelcoff à Professora Rosa Lucas.

         Querida professora Rosa, agradeço por ensinar a seus alunos, minha obra.
         Em especial, a parte que reproduz a seguinte idéia.

“...A referida obra, é dirigida a professores que pretendem dar a seus alunos instrumentos para a análise da realidade e iniciá-los na experiência da reflexão e da ação em grupo.
          O papel do professor é ajudar a:
·        -  Ver e compreender a realidade;
·       -   Expressar a realidade;
·        -   Expressar-se;
·      -    Descobrir e assumir a responsabilidade de ser elemento de mudança na realidade.
          Isto se fundamenta numa visão do homem como ser histórico que se realiza no tempo.
          Crescer, portanto, significa se localizar com lucidez, no tempo e nas circunstâncias em que vive, para chegar a ser verdadeiramente homem, isto é: indivíduo capaz de criar e transformar a realidade, em comunhão com seus semelhantes...”

Brincadeiras a parte.
Elenco os quatro itens acima mencionados:
- Ver e compreender a realidade: optei por um curso noturno, não apenas por querer retornar a Geografia (visto que cursei anteriormente na FURG), há também a questão de conciliar com o meu trabalho. Nesta situação, encontram-se muitos colegas.
- Expressar a realidade: dando continuidade na justificativa, gostaria de salientar, que nestes últimos dias, ficamos assoberbados de tantos trabalhos acadêmicos, seminários, provas, etc... Só com a senhora, foram três trabalhos em 12 dias, sendo que um deles necessitava de apresentação.
- Expressar-se: percebi, que não apenas eu sentiu-se sobrecarregado quando da notícia de nova prova, na terça próxima, visto que tem-se um trabalho para entregar ao professor Vital e o seu próprio trabalho.
          Contando com sua experiência docente e o senso de preocupação com o próximo, estou pleiteando uma forma menos traumática de avaliação.
          Como seria....não sei...
          Mas deveria seguir um rumo agradável à todos.
- Descobrir e assumir a responsabilidade de ser elemento de mudança na realidade: estou tentando mudar a realidade da próxima terça.
Observação: quando me referi aos colegas, que comungam da mesma opinião, se necessário, solicito a quem tenha vontade, que apresente o nome.

          Passa pela minha cabeça maluca, uma segunda hipótese...
...que esta nova avaliação deve-se ao fato de termos nos saído não muito bem, em termos de nota, nas avaliações anteriores. E que por generosidade, a senhora está nos oportunizando uma nova chance.
          Se for o caso, faça de conta que sonhou com este email...e que na realidade, ele nunca existiu... 

Nenhum comentário:

Postar um comentário